Guru do Amor | Meninos passam mensagens, homens ligam!
616
single,single-post,postid-616,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive
 

Meninos passam mensagens, homens ligam!

Meninos passam mensagens, homens ligam!

Quem nunca ficou na dúvida se ligava ou passava uma mensagem? É uma dúvida cruel e perigosa. As mensagens servem para rápidos e eventuais avisos, comunicados, dicas, promoções, felicitações ou “sinal de vida”. O grande, porém é que nós sempre utilizamos o que nos é oferecido de maneira distorcida, como a massa usa ou como nos convém. Isso nos traz conseqüências não muito agradáveis. As vezes nenhuma dessas opções é a melhor escolha para nosso sucesso.

Quando criança, morava em uma cidade pequena, onde todos se conheciam. Para paquerar uma garota existia o “pacto social” do “recadinho”. Você utilizava um amigo para demonstrar interesse em alguém. Ao sair dessa pequena cidade e crescer mais um pouco, caí em uma realidade completamente diferente, onde não conhecia todos e precisava buscar minha independência amorosa. Se eu quisesse, tinha que ir com a cara e a coragem. Fácil?! De maneira alguma, ainda mais por ter vindo de uma “cultura” diferente. Mas a sobrevivência vem da seleção natural e se eu não aprendesse ficaria para trás.

Contei essa pequena história da minha vida para ilustrar em melhores condições o que quero passar a vocês.

É muito mais fácil alguém dizer não por outra pessoa do que na sua frente. Meu pai sempre me disse: “Para entrar em uma discussão tenha sempre argumentos, pois assim você coloca sua opinião, ensina, aprende e tem maiores chances de alcançar seus objetivos.” Entendem?!?! Se eu mesmo demonstrar meu interesse com certeza terei maiores possibilidades de alcançar meu objetivo, pois poderei argumentar de acordo com a resposta, situação ou momento. Antes do almejado sim, existe inicialmente o não, o talvez, o quem sabe, o sorriso e finalmente o pode vir! Se alguém estiver no seu lugar, pedindo por você, na maior parte das vezes tudo se acaba no não, ou no máximo no talvez.

A mensagem é a mesma coisa, só que em proporções diferentes. É muito mais fácil você ler uma desculpa de impossibilidade em palavras bonitas e suaves, do que ouvir alguma coisa não esperada e poder rebater, argumentar e quem sabe influenciar.

É aí que se diferenciam os meninos e os homens! Meninos são inseguros, ansiosos e impacientes. Homens confiam em si mesmos e sabem que um talvez pode se tornar uma semente plantada, que com cuidado e manutenção tem grandes chances de chegar em um pode vir!

Espero ter conseguido passar a minha mensagem: ligue, peça, ouça (bastante) e argumente. Evite ser visto ou reconhecido apenas por letras, mostre-se, apresente-se visualmente ou no máximo com sua voz, seja firme e confiante, pois o que todos buscam no outro é a SEGURANÇA!

No Comments

Post A Comment