Guru do Amor | Só me falta coragem!
15419
single,single-post,postid-15419,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive
 

Só me falta coragem!

Só me falta coragem!

Com certeza qualquer pessoa que venha a ler esse texto já disse essa frase alguma vez, “Só me falta coragem!”. Nos falta coragem para muita coisa. Falta, para mudar de emprego, de carro, de casa, de cidade, até de penteado, isso é até certo ponto normal, pois o novo assusta, causa um desconforto, só que existem duas coisas que a falta de coragem pode ser um grande problema. A falta de coragem de se conhecer e de deixar um relacionamento. Tanto um quanto o outro dá pano para manga, mas agora vou falar apenas da falta de coragem em deixar um relacionamento, mesmo que às vezes uma coisa esteja atrelada a outra, ou seja, não fazemos um em função do outro.

Coragem é a habilidade de enfrentar o medo, o perigo, a dor ou intimidação. A pessoa sem medo se motiva a ir em frente, encara as barreiras com confiança e não tem receio em falhar. Coragem se traduz como a confiança que a pessoa tem em situações difíceis, é a força para enfrentar os momentos difíceis.

Medo todos as pessoas tem, isso é fato. Mas como cada um lida com seu momento de medo ou incerteza é que está a diferença, é onde encontramos e podemos medir a coragem de alguém.

Ter medo de avião até que é aceitável, mas medo de terminar um relacionamento? Se pararmos para pensar é algo um tanto quanto esquisito. Já escrevi uma vez que vivemos ciclos, que a vida e as experiências são cíclicas, que tudo tem seu tempo. As coisas nascem, crescem, as vezes procriam e morrem. Um relacionamento é a mesma coisa, tem seu tempo. Não quer dizer que todos acabam, mas com certeza todos mudam de fase, passam por etapas e vivencias diferentes. O ciclo continua quando essa troca toda traz benefícios aos envolvidos e não a um só ou nenhum. Se os benefícios não são sentidos, se não há troca, tem alguma coisa errada.

E faz sentido insistir no que está errado? No que não faz bem?

Às vezes insistimos por medo, por falta de coragem. Ficamos paralisados, empacados em um ciclo, gerando sentimento ruim, angústia, dor, raiva e mais medo. O ciclo não fica legal, pois parece que estamos “gerando” um câncer.

E o que fazer para deixar de ter medo? O que fazer para termos coragem?

Sinceramente, hoje, não tenho a resposta convicta do que pode ser feito para solucionar tal questão. Tenho apenas um palpite. Se conhecer, se permitir pode ser um ótimo começo. E para fazer isso tente errar, faz bem. Não tenha medo, não fique enferrujado, parado no tempo. Você não é boneco de cera. Arrisque, se jogue, tente, aprenda. Ou seja, VIVA, pois como diria o poeta, “O tempo não pára!”

No Comments

Post A Comment